Tags

, , , , , , , , , , , ,

Não posso dizer que não gosto de futebol. Gosto. Futebol é o esporte que o Brasil adotou. Brasileiro ama futebol.

Também não posso dizer que não estava de alguma maneira torcendo para a seleção, ainda que, muito triste de como a Copa foi realizada e está sendo realizada neste país, quando há outras prioridades gritantes.

Só que, me dei conta hoje que a tristeza de perder um jogo – principalmente quando se fala de seleção brasileira e/ou principalmente Copa do Mundo – aparenta ser bem mais profunda e forte do que quando soubemos de roubos, corrupção, da falta de justiça e impunidade num país que é extremamente carente e deficiente em diversas áreas, como educação e saúde.

Na página inicial do portal UOL, está a foto de parte dos jogadores e escrito: “Vexame histórico”.

Não deveríamos sentir muito mais tristeza e chorar muito mais quando soubéssemos destes casos do que perder um jogo de futebol. Pois vexame mesmo é saber que somos um dos países mais corruptos, e que, os que se corrompem e cometem crimes em todas as esferas ficam impunes.

Certo! Não estou menosprezando a tristeza e indignação de pais e mães, filhos e filhas que perderam seu entes queridos em tragédias, ou famílias que passam fome, ou a falta de justiça e impunidade zero para com aqueles que cometeram delitos e deveriam pagar ou estar pagando por seus erros, crimes e delitos. Mas me parece que, embora, a corrupção seja algo tão “comum” e parece não mais “estarrecer” ninguém, o futebol é comum a todo o brasileiro, mas este mesmo povo chora mais pela perda de um jogo do que pelas mazelas causadas pela corrupção, pela injustiça, pela impunidade, pela indiferença, pela falta de instrução, pela saúde que anda a mingua, pelo pobre e necessitado que pede esmola nas esquinas, pelos juros abusivos de uma classe de pessoas que pensam no seu próprio umbigo.

Parabéns povo brasileiro. Parabéns para nós. Pois temos os governantes que merecemos.

Parabéns, pois o ganhar ou perder a copa, com certeza não mudará a situação caótica e triste que o Brasil se encontra, porém mostra que devemos ter vergonha na cara ao ir às urnas. Pois sempre, as Dilmas, PTs e militantes sempre vão nos oferecer pão e circo.

E grande parte do povo que aceita, somos nós cristãos.

Deveríamos chorar muito mais brasileiros, cristãos, pois acabamos aceitando pão e circo, ao invés de saúde e educação e lutarmos não somente quando tentamos baixar a tarifa do transporte público, mas refletir que estamos invertendo as prioridades e principalmente deixando nos conformar com o mundo.

“Toma vergonha Brasil, e vê se ama de verdade a Bandeira, pois a nação com essa massa inteira, está cansada de apanhar Brasil”.

Choremos por isto, e não por aquilo.

Anderson Alcides.

Anúncios