Tags

, , , , , , ,

perdãoPercebemos o quanto somos miseráveis, que o homem não vale nada, que somos carentes das misericórdias e da Graça do Altíssimo, quando presenciamos uma notícia, um relato de algo absurdo que aconteceu em algum lugar, mesmo sendo tão distante de nós. Geralmente notícias de violência, como um estupro, assassinato.

Estas coisas acontecem o tempo todo, sim, mas quando o grau do ocorrido se torna elevado, isto dependendo da vítima, somos inclinados imediatamente a reclamar:

“Um miserável deste merece morrer”
“Pena de morte é pouco”
“Vontade de encher de pancada um cara/uma mulher deste / desta”
“Ele/Ela é não é um ser humano, é um monstro.”

A Palavra do Senhor diz expressamente: “Porque todos pecaram e afastados estão da Glória de Deus”. Romanos 3:23

A diferença entre alguém que não faz estas coisas e as pessoas que cometem alguns ‘absurdos’ é esta: NENHUMA!!

perdão2Somos tão maus quanto. Podemos fazer as mesmas coisas, podemos talvez nem fazer as mesmas coisas, mas todos são pecadores e merecem morrer. Não há diferença de pecados. Não há diferença entre roubo e assassinato, não há diferença entre corrupção e sonegar impostos, não há diferença entre desrespeitar pai e mãe e um estupro.

Incompreensível é notar tais sentenças acima serem ditas por crentes. Por mim e por você, muitas vezes; ou vai me dizer que nunca disse? Ainda, que nunca pensou? Somos culpados. Infelizmente, são atitudes que se contradizem com o que se espera de um cristão.

“Porque não me envergonho do Evangelho de Cristo, porque é Poder de Deus para a salvação…” Romanos 1:16

O Evangelho pode mudar qualquer um. Mesmo o mais vil pecador. 

“Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.” 1 Timóteo 1:15

“A lei foi introduzida para que a transgressão fosse ressaltada. Mas onde aumentou o pecado, transbordou a graça,” Romanos 5:20

Anúncios