Tags

, , , , , , , , , , , ,

Este post é diferente dos outros, no que tange a extensão.

É comum nas redes sociais o compartilhamento ostensivo contra novelas da Rede Globo. A bem da verdade, é que, muito das campanhas contra as novelas da Rede Globo, são oriundas da IURD, logo Record. Pura competição por ibope e dinheiro. Concorrência simples, e diga-se de passagem, hipócrita por parte da Record que se corrompeu do seu objetivo inicial quando inaugurada pelo seu presidente, e agora, produz novelas de mesmo nível e piores que a concorrente. Farinha do mesmo saco.

A cada dia que passa tenho perdido gosto por televisão. Tenho assistido mais telejornais (e às vezes quando dá, pois se pudesse torcer e retorcê-la, jogarria sangue). Dá desgosto.

Recentemente o canal SBT, relançou a versão brasileira da novela mexicana Carrossel. Muitos que hoje tem seus 20 e poucos e 30 poucos anos, lembra dela. Muitos acompanharam.

Entretanto vale ressaltar que, toda versão é adaptada e não segue o script original. Não estou defendendo a versão original, pois, sinceramente, eu não acompanhava. Lembro do geral, do que realmente é apresentado, uma turma de colégio que ama sua professora, personagens com suas particularidades e de um menino que pertence à classe baixa da sociedade, apaixonada por uma coleguinha de sala que pertence à classe alta e que mantém preconceitos raciais.

A despeito deste cenário geral do enredo, muitos pensam que por se tratar de uma novela que aborda questões relativas à infância (o que não é de todo, mentira), não faz mal assistir e deixar as crianças assistirem também. Cuidado!

Curiosamente, esta semana, observei uma cena em que uma menina convida seu coleguinha a ajudá-la resolver o problema da demissão da sua professora. Para isto, ele teria que acompanhá-la a certo lugar distante na cidade, sem avisar os pais.
Ao questionar sua amiga de como poderia falar com seus pais que precisaria sair, e que possivelmente eles o indagariam para onde iria, ela retruca: “Diga tudo, menos a verdade”.

Este não é um ensinamento e pensamento cristão. Isto posto, caros irmãos, convido a levá-los a reflexão, caso, seus filhos estejam assistindo esta novela. Será que está fazendo bem ao seu filho (a)? Que tipo de “ensino” têm surgido? (Se é que novela ensina alguma coisa).

Diante do exposto, recomendo amorosamente que “não embarque neste carrossel”. Você pode machucar seus filhos e dar-lhes um “ensinamento de esgoto”. E pra limpar um esgoto, dá muito trabalho!

E lembre-se, que, o ensinamento do “tem nada a ver” é muito sútil e satânico.

Paz a todos,
Pr. Anderson Alcides.

Ps: Ainda não tenho filhos. Porém já me preocupo com estas questões, para quando minha esposa e eu tivermos. Também não acompanho novelas.

Anúncios